NovAmérica

NovAmérica busca informações sobre Meiosi e Plene Emerald na Estação do Conhecimento da Syngenta

Por Comunicação NovAmérica - 01 Jun 2018

NovAmérica busca informações sobre Meiosi e Plene Emerald na Estação do Conhecimento da Syngenta

A NovAmérica aposta na Meiosi (Método Inter rotacional ocorrendo simultaneamente) nessa safra para otimizar os custos de plantio, e aumentar sua produtividade. Meiosi é um manejo que consiste em plantar um percentual da área com linhas-mães de cana-de-açúcar, que serão utilizadas como muda para o restante da área, e aproveita-se a área livre para implantar uma cultura intercalar como soja ou amendoim.

Esse manejo auxilia a redução de pragas da cana, contribui para melhor estruturação do solo, redução dos custos com transporte de muda, e ainda tem a receita adicional da cultura intercalar. "Nossa intenção é plantar 30% da área de reforma com muda proveniente desse sistema", afirma José Francisco Fogaça, gerente de Desenvolvimento Agronômico.

Este ano seis representantes da empresa estiveram presentes na Estação do Conhecimento da Syngenta, buscando novas tecnologias que possam ser utilizadas no setor. Além de visitar um plantio de Meiosi com Plene PB, um outro exemplo visto no evento foi o Plene Emerald, uma solução inovadora para o plantio de cana, que propõe redução do consumo de muda, e mudança no atual sistema de plantio mecanizado.

O plantio é uma das primeiras operações no sistema de produção, e sua qualidade afeta as operações posteriores, bem como produtividade e longevidade da cultura. "A mecanização do plantio de cana-de-açúcar ainda é um desafio, e é por isso que o Plene Emerald, surge como uma alternativa", diz Cleir Inácio Matheus Pereira Jr., supervisor de Desenvolvimento Agronômico da unidade de Caarapó.

Após a visita na Estação do Conhecimento, foi possível conhecer a biofábrica de produção de mudas de cana-de-açúcar da Syngenta em Itápolis, com capacidade de produção de 110 milhões de mudas por ano.
CPF Inválido
Endereço não encontrado para o CEP